“Analogando”

Analogia é uma relação de semelhança entre coisas ou fatos distintos. A analogia é um recurso linguístico bem comum, tão antigo quanto o mundo, útil e eficaz de muitas formas. E se você acha que a bíblia está recheada delas, acertou! E aqui vai uma analogia de 1 Coríntios 12, como se estivesse analogamente criando variações sobre o mesmo tema tal qual Johann Sebastian Bach.

“Existem tipos diferentes de traduções bíblicas, mas é uma só Palavra de Deus e o mesmo Espírito quem provê essas traduções. Existem maneiras diferentes de traduzir o texto bíblico, mas a mensagem nela é a mesma. Há diferentes habilidades para realizar a leitura do texto bíblico, mas é o mesmo Deus quem dá a cada um a habilidade para fazê-la. Para o bem de todos, Deus dá a cada um alguma tradução para ser lida. Para uma pessoa simples o Espírito dá a NTLH e para outra o mesmo Espírito dá a Almeida com mais conhecimento. Para uma pessoa o mesmo Espírito dá a tradução pronta e para outra dá o poder de traduzir. Uma pessoa recebe do Espírito poder para apenas ler, e outra recebe o dom de anunciar a mensagem de Deus em qualquer tradução. Ainda outra pessoa recebe a capacidade para saber a diferença entre as traduções que vêm do Espírito e as que não vêm dele. Para uma pessoa o Espírito dá a capacidade de ler as línguas originais e para outra ele dá a capacidade de interpretar o que essas línguas querem dizer. Porém é um só e o mesmo Espírito quem faz tudo isso. Ele dá uma tradução diferente para cada pessoa, conforme ele quer, visando a edificação de todos!”

 

André R. Fonseca
Mais sobre o autor

Leia também!

Descobrindo o valor das traduções dos textos bíbli... Quando o livro da Lei foi lido pelo sacerdote Esdras no dia em que era celebrado o reassentamento do povo na Jerusalém reconstruída, pós-exílio Assíri...